An official website of the United States government Here's how you know

Official websites use .gov

A .gov website belongs to an official government organization in the United States.

Secure .gov websites use HTTPS

A lock ( ) or https:// means you’ve safely connected to the .gov website. Share sensitive information only on official, secure websites.

Departamento de Estado dos EUA
Gabinete do Porta-voz
Comunicado de Imprensa
6 de Maio de 2021

Os Estados Unidos da América estão a colaborar com o Governo de Moçambique, organizações internacionais, Organizações da Sociedade Civil e o sector privado a fim de aumentar a sua ajuda humanitária às pessoas que necessitam de alimentos, água e abrigo, entre outros bens de primeira necessidade urgentes, como resposta à devastadora violência desencadeada pelo DAESH-Moçambique na província de Cabo Delgado.

Centenas de milhares de pessoas fugiram aos ataques em Cabo Delgado, onde terroristas associados ao DAESH assassinaram, mutilaram e sequestraram brutalmente civis, destruíram infraestruturas e deslocaram mais de 700 mil pessoas. Os Estados Unidos, por intermédio do Serviço de Ajuda Humanitária da Agência dos Estados Unidos para o Desenvolvimento Internacional (USAID), está a fornecer bens de primeira necessidade vitais para ajudar a dar resposta às necessidades urgentes das pessoas deslocadas das suas casas. Esta ajuda humanitária irá fornecer a aproximadamente 20 mil famílias deslocadas 2 mil rolos de cobertura plástica, 8 mil abrigos pré-fabricados e cobertores e utensílios de cozinha para ajudá-las na reconstrução.

Os Estados Unidos, por intermédio do Gabinete para a População, os Refugiados e a Migração do Departamento de Estado, irão fornecer 700 mil dólares no âmbito do novo exercício fiscal de 2021 em ajuda humanitária para apoiar o Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR) no fornecimento de abrigo, cobertores e colchões, bem como apoio psicossocial e em matéria de saúde mental, a muitos dos 28 mil novos deslocados na sequência dos ataques a Palma.

Esta ajuda surge na sequência de um montante superior a 82 milhões de dólares em ajuda humanitária que os Estados Unidos forneceram para a resposta à crise em Moçambique no exercício fiscal de 2020, incluindo em Cabo Delgado. A ajuda fornecida no exercício fiscal de 2020 consistiu em alimentos, produtos para o lar, abrigo e kits de higiene para cerca de 250 mil moçambicanos deslocados em Cabo Delgado e nas províncias vizinhas de Nampula e Niassa. Apoiou também a restauração de documentos de identificação nacionais para as pessoas deslocadas, ações de prevenção e resposta à violência baseada no género e resposta às pessoas com necessidades especiais, incluindo os idosos e os menores não acompanhados. O financiamento dos EUA apoiou ainda operações logísticas do Serviço Aéreo Humanitário das Nações Unidas (UNHAS) no âmbito do transporte de bens de primeira necessidade e de trabalhadores humanitários por ar, mar e terra para alcançar os moçambicanos carenciados.

Os Estados Unidos constituem o maior doador individual de ajuda humanitária em Moçambique. Sentimo-nos encorajados pela resposta internacional e incentivamos outros doadores a ajudarem a apoiar as pessoas vulneráveis em Moçambique. Os Estados Unidos estão empenhados em ajudar o Governo de Moçambique a combater o terrorismo e o extremismo violento com uma estratégia abrangente que inclui o desenvolvimento socioeconómico, programas de resiliência comunitária e assistência à segurança.

Para questões da comunicação social sobre a ajuda humanitária dos EUA, contacte PRMPress@state.gov e press@usaid.gov.

Para obter as informações mais recentes sobre a ajuda humanitária dos EUA em Moçambique, visite: https://www.usaid.gov/humanitarian-assistance/mozambique.


Veja o conteúdo original: https://www.state.gov/u-s-humanitarian-aid-and-supplies-help-respond-to-insecurity-in-mozambique/

Esta tradução é fornecida como cortesia e apenas o texto original em inglês deve ser considerado oficial.

U.S. Department of State

The Lessons of 1989: Freedom and Our Future