Departamento de Estado dos Estados Unidos
Declaração para a Imprensa
Secretário de Estado, Antony J. Blinken
4 de novembro de 2022

Estou designando o presidente do Senado haitiano, Joseph Lambert, por seu envolvimento em corrupção significativa e violação grave dos direitos humanos. O presidente do Senado, Lambert, abusou de sua posição pública ao participar de atividades corruptas que minaram a integridade do governo do Haiti. Além disso, há informações confiáveis sobre o envolvimento de Lambert em uma violação grave dos direitos humanos, ou seja, um assassinato extrajudicial, durante seu mandato no governo. O Departamento de Estado também está designando a esposa de Lambert, Jesula Lambert Domond.

Sob essa autoridade – Seção 7031(c) do Departamento de Estado, Operações Estrangeiras e Lei de Apropriações de Programas Relacionados, 2022 (Department of State, Foreign Operations, and Related Programs Appropriations Act, 2022) –, funcionários designados de governos estrangeiros e seus familiares imediatos são geralmente inelegíveis para entrada nos Estados Unidos. Essa designação impõe consequências para aqueles que minam a democracia por meio de atividades corruptas e violações de direitos humanos. Continuamos apoiando os cidadãos, organizações e servidores públicos do Haiti que estão comprometidos em gerar esperança e oportunidade de um futuro melhor para sua nação.

Em uma ação separada, mas complementar, hoje, o Departamento do Tesouro dos EUA designou Lambert por seu envolvimento no tráfico internacional de drogas. Junto com essas designações dos Departamentos de Estado e do Tesouro, o Governo do Canadá está tomando medidas para responsabilizar Lambert por seu papel em minar a estabilidade no Haiti. Os Estados Unidos estão com o povo do Haiti na busca pela democracia, pela prosperidade e pelo estado de direito.


Veja o conteúdo original: https://www.state.gov/designation-of-haitian-senate-president-joseph-lambert-for-involvement-in-significant-corruption-and-a-gross-violation-of-human-rights/

Esta tradução é fornecida como cortesia e apenas o texto original em inglês deve ser considerado oficial.

U.S. Department of State

The Lessons of 1989: Freedom and Our Future