Departamento de Estado dos Estados Unidos
Gabinete do Porta-voz
16 de maio de 2021
Declaração do Secretário de Estado, Antony J. Blinken

O dia 17 de maio deste ano marca 16 anos desde o primeiro Dia Internacional contra a Homofobia, Transfobia e Biofobia (IDAHOTB). Nesse período, os Estados Unidos têm se esforçado para reafirmar os direitos humanos e as liberdades fundamentais de todas as pessoas, incluindo pessoas lésbicas, gays, bissexuais, transexuais e intersexuais. Com certeza, encontramos desafios e adversidades em nosso caminho rumo à inclusão, e nosso trabalho ainda não está completo.

A mensagem de “Juntos: Resistir, Apoiar, Superar!” é especialmente comovente como tema do IDAHOTB deste ano. Acabar com o ódio e a violência contra pessoas LGBTQI+ requer a colaboração de todos nós. Os Estados Unidos estão fazendo sua parte. Nas primeiras semanas de seu governo, o Presidente Biden emitiu um memorando instruindo todas as agências federais dos EUA que trabalham no exterior para “garantir que os esforços diplomáticos dos EUA e a assistência estrangeira promovam e protejam os direitos humanos das pessoas LGBTQI+”. E esse trabalho importante está bem encaminhado.

Os Estados Unidos estão priorizando esforços em diversas áreas importantes: no combate à criminalização do status ou conduta das pessoas LGBTQI+; na proteção de refugiados e solicitantes de asilo LGBTQI+ vulneráveis; no fornecimento de financiamento para proteger os direitos humanos e promover a não discriminação; na resposta aos abusos dos direitos humanos de pessoas LGBTQI+; e na construção de coalizões e no envolvimento de organizações internacionais na luta contra a discriminação LGBTQI+. Trabalhando juntos, podemos criar um mundo que respeita e celebra a dignidade de todos os indivíduos. É na parceria que alcançaremos nosso objetivo de uma sociedade inclusiva e respeitosa de direitos onde ninguém vive com medo por causa de quem são ou a quem amam.

A Declaração Universal dos Direitos Humanos afirma que todos têm direito aos direitos humanos e às liberdades fundamentais. Ao celebrar as contribuições de pessoas lésbicas, gays, bissexuais, transexuais e intersexuais em todo o mundo, os Estados Unidos reafirmam esse valor compartilhado: Todos merecem viver com dignidade.


Veja o conteúdo original:  https://www.state.gov/on-the-international-day-against-homophobia-transphobia-and-biphobia/

Esta tradução é fornecida como cortesia e apenas o texto original em inglês deve ser considerado oficial.

U.S. Department of State

The Lessons of 1989: Freedom and Our Future