A Casa Branca
Joseph R. Biden Jr, Presidente dos Estados Unidos
13 de abril de 2021

Há 131 anos, nosso hemisfério formou a União Internacional das Repúblicas Americanas – a mais antiga organização internacional regional do mundo e a precursora da moderna Organização dos Estados Americanos. Neste Dia Pan-Americano e nesta Semana Pan-Americana, reafirmamos a força de nossa comunidade regional, celebramos os princípios democráticos que nos unem e resolvemos trabalhar juntos para superar os desafios comuns que temos diante de nós.

Muitos dos maiores desafios que enfrentamos hoje não se limitam às nossas respectivas fronteiras nacionais. A crise global da COVID-19 revelou desigualdades persistentes em nossas sociedades e fragilidades estruturais em nossas economias. A mudança climática representa uma ameaça urgente à segurança nacional que está prejudicando hoje comunidades em toda a região e colocando em risco as gerações futuras. Estamos testemunhando uma crise humanitária e um deslocamento em massa na Venezuela, que está entre os piores da história. A violência e a corrupção endêmica, especialmente na América Central, estão fazendo com que as pessoas fiquem desesperadas e deixem para trás a terra natal com suas famílias na esperança de um futuro melhor em outro lugar.

Nenhuma nação pode enfrentar os desafios de hoje sozinha ou se esconder deles atrás de muros. Um hemisfério seguro, economicamente próspero e democrático é fundamental para a economia e a segurança nacional dos Estados Unidos e de toda a região pan-americana. Além disso, temos capacidade de alcançar esse futuro se nos unirmos em torno de uma liderança democrática e baseada em princípios – ancorada no estado de direito.

O povo do nosso hemisfério quer governos que prestem contas aos eleitores e ofereçam benefícios reais: empregos bem remunerados que permitam que os trabalhadores sustentem suas famílias, educação para seus filhos, segurança em suas comunidades e um futuro onde oportunidades iguais e os direitos humanos e políticos fundamentais são garantidos para todos.

Neste ano, ao comemorarmos o 20º aniversário da Carta Democrática Interamericana, cada um de nossos governos tem a obrigação de renovar, promover e defender o compromisso inovador que assumimos – de que todos os povos das Américas têm direito à democracia. A Carta Democrática continua no coração de nossa união hemisférica, atuando através da Organização dos Estados Americanos, para promover uma visão ousada e determinada de uma região cujos governos honrem e respeitem os valores democráticos, os direitos humanos, as liberdades fundamentais e a dignidade inerente de cada indivíduo. Durante o Dia Pan-Americano e nesta Semana Pan-Americana, celebramos nossa unidade e cooperação – e resolvemos trabalhar juntos para superar os desafios que temos pela frente e construir um mundo melhor.

AGORA, PORTANTO, eu, JOSEPH R. BIDEN JR., presidente dos Estados Unidos da América, em virtude da autoridade a mim investida pela Constituição e pelas leis dos Estados Unidos, proclamo o dia 14 de abril de 2021 como o Dia Pan-Americano e a semana de 11 a 17 de abril de 2021 como a Semana Pan-Americana. Incentivo os governadores dos 50 Estados, o governador de Porto Rico e as autoridades das outras áreas sob a bandeira dos Estados Unidos da América a honrar essas datas com cerimônias e atividades apropriadas.

EM VIRTUDE DO QUE precede, subscrevo-me neste dia treze de abril do ano dois mil e vinte e um de nosso Senhor e do ano duzentos e quarenta e cinco da Independência dos Estados Unidos da América.
JOSEPH R. BIDEN JR.


Veja o conteúdo original: https://www.whitehouse.gov/briefing-room/presidential-actions/2021/04/13/a-proclamation-on-pan-american-day-and-pan-american-week-2021/ 

Esta tradução é fornecida como cortesia e apenas o texto original em inglês deve ser considerado oficial.

U.S. Department of State

The Lessons of 1989: Freedom and Our Future