Departamento de Estado dos Estados Unidos
Gabinete do Porta-Voz
Nota de Imprensa
6 de outubro de 2022

A Reunião Ministerial de 6 de outubro de Lima sobre a Declaração de Los Angeles convocou os países endossantes para discutir sucessos, oportunidades e próximos passos para enfrentar os desafios colocados pela migração irregular no Hemisfério Ocidental. Os países participantes identificaram compromissos concretos e ambiciosos para manter a força da iniciativa da Declaração de Los Angeles, apresentada durante a Nona Cúpula das Américas, em junho de 2022.

Durante a Reunião Ministerial de 6 de outubro, os 21 países endossantes concordaram sobre quais são as áreas prioritárias para intervenções a fim de criar condições para uma migração segura, ordenada e humana. Os parceiros concordaram em trabalhar juntos para avançar os pilares da Declaração de Los Angeles: 1) estabilidade e assistência; 2) vias legais; 3) gestão humanizada da migração; e 4) resposta de emergência. Os participantes identificaram os principais fluxos de trabalho sob os três primeiros pilares da Declaração de Los Angeles que desenvolverão linhas compartilhadas de ação política. Os países se ofereceram para liderar os vários Comitês do Pacote de Ação, e cada país endossante participará de pelo menos um Comitê do Pacote de Ação para moldar seus compromissos sob a Declaração de Los Angeles.

Pilar 1: Estabilidade e Assistência às Comunidades

  1. Integração e Apoio para as Comunidades Anfitriãs:
    Líder: Chile

Participantes: El Salvador, Honduras, Equador, Guiana

  1. Proteção Temporária e Regularização:
    Líder: Colômbia
    Participantes: Equador, El Salvador, Haiti
  2. Financiamento Internacional para Países que Recebem os Migrantes: Líder: Equador

Participantes: Chile, Colômbia, Honduras, Guiana, Peru, Estados Unidos

Pilar 2: Caminhos Regulares para Migração e Proteção Internacional

  1. Mobilidade Laboral:
    Líder: México

Participantes: Haiti, Estados Unidos, El Salvador, Guatemala

  1. Investimento em Asilo:
    Líder: Canadá

Participantes: Costa Rica, Haiti

  1. Reassentamento de Refugiados:
    Líder: Canadá e Guiana

Participantes: México, Uruguai, Estados Unidos

  1. Reunificação Familiar e Rotas Alternativas de Migração:
    Líder: El Salvador

Participantes: Haiti, México, Guatemala

Pilar 3: Gestão Humanitária da Migração

  1. Combate ao Contrabando e ao Tráfico de Pessoas:
    Líder: Estados Unidos

Participantes: Argentina, El Salvador, Colômbia, Guatemala, Paraguai, Panamá, Guiana

  1. Retorno e Reintegração:
    Líder: Guatemala

Participantes: Haiti, El Salvador

  1. Alinhamento de Vistos e Padrões de Viagem:
    Líder: Paraguai e Peru

Participantes: Estados Unidos, Paraguai

  1. Combate à Xenofobia:
    Líder: Peru
    Participantes: Argentina, México

Veja o conteúdo original: https://www.state.gov/lima-ministerial-meeting-on-the-los-angeles-declaration-on-migration-and-protection/

Esta tradução é fornecida como cortesia e apenas o texto original em inglês deve ser considerado oficial.

U.S. Department of State

The Lessons of 1989: Freedom and Our Future