Departamento de Estado dos EUA
Pronunciamento para a Imprensa
Antony J. Blinken, Secretário de Estado
1 de junho de 2021

Durante o Mês do Orgulho LGBTQI + deste ano, celebramos uma mensagem importante: “Você está incluído”. As diversas experiências, perspectivas e contribuições da comunidade do Departamento de Estado tornam nossa instituição mais forte e fazem com que os objetivos da diplomacia americana avancem. Embora muitos, somos um.

O Departamento se comprometeu a aumentar o envolvimento dos EUA em questões de direitos humanos de lésbicas, gays, bissexuais, transgêneros, queer e intersex (LGBTQI +) no exterior. Ao fazermos isso, trabalhamos com parceiros em todo o mundo que trazem suas experiências, seus desafios únicos e suas soluções inovadoras para a mesa. Reconhecemos que, por meio dessas parcerias, seremos capazes de construir uma sociedade global mais segura e inclusiva para todas as pessoas LGBTQI +. Também nos esforçamos para aumentar a visibilidade e encarar os desafios graves enfrentados por comunidades LGBTQI + particularmente marginalizadas, incluindo mulheres e meninas; minorias raciais e religiosas; pessoas com deficiências; e pessoas transgênero, de gêneros diversos e intersexuais.

Ao celebrarmos o Mês do Orgulho em junho, não apenas notamos o quanto avançamos na luta pelos direitos humanos das pessoas LGBTQI +, mas também reconhecemos os desafios que ainda persistem. Pessoas LGBTQI + em todo o mundo continuam enfrentando discriminação, violência e outras formas de perseguição por causa de quem são e de quem amam. Embora ainda haja trabalho pela frente, o Departamento de Estado tem orgulho de liderar pelo exemplo, incluindo o exemplo dado pelos membros LGBTQI + de nossa força de trabalho, na promoção dos direitos humanos para todas as pessoas.

Somos orgulhosamente diversos em identidade, mas unidos em nosso compromisso compartilhado com a liberdade e a dignidade de todos.


Veja o conteúdo original:  https://www.state.gov/on-pride-month/

Esta tradução é fornecida como cortesia e apenas o texto original em inglês deve ser considerado oficial.

U.S. Department of State

The Lessons of 1989: Freedom and Our Future